Postagens

Mostrando postagens com o rótulo devocional

Como é grande a nossa miséria

Imagem
Por Aender Borba Na cultura contemporânea existe a ideia de que “as pessoas são boas, e que o todo desvio comportamental e moral é resultado do meio em que elas vivem”. Bastando a cada sujeito ter acesso a boa uma educação acadêmica, recursos financeiros, boas oportunidades e eles serão capazes de fazer o bem e de “dar certo na vida”. A Bíblia ensina que o desejo desorientado, quando alimentado pela cobiça, aflora a corrupção humana; tendo oportunidade de escolher o mal, essa é sempre a primeira opção. Todos estão “debaixo do pecado”; sem Cristo, todo mundo está escravizado pelo pecado, ninguém é autonomamente livre para fazer o bem. Considerar que o controle da vida pode ser alcançado à revelia da vontade de Deus é o maior engano que acompanha a humanidade desde a queda. O Evangelho diz que não podemos fazer nada sem Cristo! Sem ele não há vida! Sem a Luz que veio ao mundo, permanecemos nas trevas de nossos desejos e paixões desorientados. A grande ilusão do pecado é nos fazer acredit

Fé pra hoje!

Imagem
 Por Aender Borba Os ensinos de Jesus foram muito além do que os mais religiosos de sua época poderiam compreender. À época, a mensagem do judeu de Nazaré, para alguns, parecia dura e inatingível, para outros, carregada de vida e de coerência, especialmente porque proclamava um retorno à fé necessária para viver em obediência e devoção um dia de cada vez: "não se preocupem com o dia de amanhã, pois ele trará suas próprias preocupações". Há uma tendência humana de pensar na fé somente quando o futuro está incerto ou quando estamos submetidos às circunstâncias que fogem ao controle. Afinal, quem precisa de fé si possui um emprego estável ou si acumulou um fundo de reserva financeira para os próximos 12 meses? Nada errado com as reservas financeiras e as estabilidades materiais, desde que essas coisas não se tornem a fonte da nossa segurança e, ao se confundirem com a natureza da fé genuína, se tornem fins e não meios que nos mobilizam a obedecer a Deus e sua Palavra, mesmo nas