Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2018

Lippy leva Hardy ao consultório

Por Aender Borba
Na minha infância, lembro-me que havia uma série de desenhos animados produzidos por Hanna-Barbera. Um dos meus preferidos era "Lippy e Hardy" (em inglês, Lippy the Lion & Hardy Har Har). Uma dupla cuja característica marcante era o pessimismo da hiena, Hardy. Naquela época, eu não fazia a menor noção de que tal comportamento era uma forma de expressar um traço de personalidade presente em muitas pessoas, mas já era capaz de perceber. Tanto é que, as expressões "Oh, dia; Oh, céus; Oh, azar" ou "Eu sei que não vai dar certo..."  surgiam como piadas ou brincadeiras entre os amigos. 
Hoje, um pouco mais distante daquela imaturidade pueril, não seria irresponsável descrever a postura de Hardy diante da vida como um tipo de arquétipo, ou seja, um modelo, ou padrão que pode ser observado em larga escala como paradigma compartilhado por muitos indivíduos. 
À época (meados de 80, início de 90), o cenário econômico brasileiro oferecia motivos …