Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Ciranda do Coração: uma experiência profissional

Imagem
Por Aender Borba
Há seis anos trabalhando com atendimento psicológico a crianças e adolescentes (e suas famílias) em situação de vulnerabilidade, sinto profunda gratidão por toda experiência que acumulei nesse tempo; como profissional, como cidadão e principalmente como pessoa. Desde a graduação, atuar na área social tornou-se um desejo ardente. Porém, nunca me imaginei trabalhando em contextos que envolvessem tamanha complexidade, cujos desafios diários variariam entre ser abordado frequentemente por adolescente distribuindo drogas (nas bocas de fumo e nas ruas), até o risco eminente (real) de comprometimento da própria segurança pessoal (disputas de território por traficantes, tiroteios, balas perdidas, etc).
No início, movido pelo idealismo de pensar ser capaz de transformar o mundo com tudo que aprendi na faculdade, estar ali era mais que exercer a profissão, era um projeto de realização existencial. Uma força motriz me fazia levantar cedo todos os dias (isso não mudou), gastar ho…