Une histoire d'amour

Por Aender Borba
Falar de amor é algo sempre muito complexo. Talvez um dia eu me atreva a fazer isso por aqui, mas o objetivo dessa vez é compartilhar uma experiência que tive juntamente com minha esposa essa semana. Pela indicação de um amigo, assistimos o filme "Amour" de Michael Haneke. Com mais de cinco indicações ao Oscar e ganhador de vários prêmios. 
O filme conta a estória de uma casal de idosos aposentados que passam por um drama que a vida lhes impôs devido as condições da própria velhice.
Georges (Jean-Louis Tritignant) e Anne (Emmanuelle Riva), casados há muitos anos, ganharam a vida como professores de música e viviam confortavelmente em uma bela casa. O casal teve uma filha, que ausentou-se do convívio familiar após casar-se e acompanhar o marido em viagens por causa da profissão. 
Depois de um derrame cerebral, Anne teve um lado do corpo paralisado, o que levou o casal a transformar radicalmente a rotina diária frente àquela nova realidade, na qual Anne passa a depender integralmente da ajuda do marido, também fortemente debilitado pela idade avançada. 
Com o passar dos dias, as dificuldades do casal tornam-se cada vez mais agudas, porque depois de vários outros derrames, as sequelas vão deteriorando a mente e o corpo de Anne, além de causar grande sofrimento e stress emocional em Georges.
Guardadas as proporções, eu diria que "Amour" foi inspirado na tragédia de Shakespeare "Romeu e Julieta", não fosse a sensação sufocante de dor, agonia e profunda tristeza de que se é tomado ao assistir este filme. Não é uma obra, que apesar do título, está recheada de elegios, herotísmo, belas frases e declarações de amor, da forma como estamos acostumados. O autor retrata sem rodeios, de forma real e honesta um amor que se entrega e que exige uma das mais intensas provações. 
"Amour" é sem dúvida um filme difícil, mas capaz de gerar grandes reflexões sobre o corpo, compromisso, cumplicidade, entrega e sobre a transitoriedade e finitude da vida. 

Fica a dica e espero que, principamente, os casados encontrem um tempo para assistir juntos esse belíssimo filme.