Neuriciências e Miguel Nicolelis

Para os amantes da Psicologia integrada à tecnologia, o nome de Miguel Nicolelis precisa ser sempre mencionado. Segundo alguns comentárias, ele é o cientista de maior projeção internacional no campo das Neurociências atualmente, e seu nome tem sido cogitado ao Nobel. Ele investe grande parte de seu tempo e recursos no Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra - IINN-ELS. Um projeto audacioso com compromisso social.

Esta semana o portal G1 publicou mais uma grande conquista dese brasileiro, leia:

"O neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, que trabalha no Departamento de Neurobiologia da Universidade Duke, Carolina do Norte (EUA), foi um dos escolhidos para receber o Transformative R01 Award dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês). Com isso, terá direito a um financiamento para pesquisas de aproximadamente US$ 4 milhões (quase R$ 7 milhões) .

Ele já havia recebido em julho o Pioneer Award, criado pela mesma instituição em 2004, pelo qual recebeu US$ 2,5 milhões (R$ 4,3 milhões pelo câmbio atual) para dar continuidade a suas pesquisas no campo da interface cérebro-máquina. Nicolelis é o primeiro cientista a receber da instituição americana no mesmo ano o Pioneer e o Transformative R01.
Os recursos oficialmente anunciados nesta quinta-feira (30) deverão ser direcionados ao desenvolvimento de uma nova terapia, menos invasiva, para a doença de Parkinson, baseada em estímulos da medula espinhal (em vez de no cérebro).
O mal de Parkinson é uma doença neurodegenerativa que avança de forma progressiva, causando tremores incontroláveis e espasmos. Ainda sem cura, leva seus portadores à morte."

Fonte: Portal G1, lido em 05/10/2010